fbpx

Balança comercial chinesa nas máximas

A China apresentou um novo saldo positivo recorde para sua balança comercial ao marcar 78,17 bilhões em dezembro.

O número é resultado de um aumento de 18,1% nas exportações (sétimo mês consecutivo) e de 6,5% nas importações. Os 3 indicadores superaram as expectativas com facilidade, o que reflete o bom momento da economia chinesa.

Com as disrupções geradas pelo aumento de casos de COVID em outras partes do mundo, as exportações chinesas se favoreceram mesmo com o yuan mais forte. Ademais, a recuperação doméstica do país impulsionou as importações.

Os países exportadores devem ser os mais favorecidos no início de 2021 com a alta das commodities, mas a China deve ser o país de grande destaque mesmo com sua moeda apresentando valorização. Ao mesmo tempo, no longo prazo essa valorização e o aumento dos custos das matérias-primas deve fazer com que os países busquem parceiros com moedas mais baratas (caso do Brasil) e também deve afetar o lucro dos exportadores.

Open chat
Podemos te ajudar?