fbpx

Brasil – Retomada das manufaturas

O PMI de Manufaturas brasileiro mostrou que o nível de atividade voltou a crescer em fevereiro, após 3 meses consecutivos de queda. O indicador fechou o mês em 58,4 ante 56,5 de janeiro.

A volta ao crescimento se deu em razão de uma demanda doméstica mais forte, que resultou em melhoras consistentes no volume de produção e nos novos pedidos. De um lado, os produtores de bens de capital reportaram melhora mais acentuada, enquanto os produtores de bens de consumo tiveram desempenho mais fraco.

Após ver o PMI cair de 66,7 para 56,5 nos últimos 3 meses, a retomada das manufaturas é extremamente importante para o Brasil, visto que o país ainda registra forte número de novos casos diários de COVID e volta a impor restrições mais rígidas em partes do território nacional. Entretanto, assim como é visto ao redor do mundo, os prazos de entrega mais longos e os preços dos insumos, que estão na máxima de 3 meses, surgem como obstáculos que devem minar a intensidade da recuperação industrial.

 

Open chat
Podemos te ajudar?