Blog educacional Benndorf

14/12/2020

Crescimento mais lento no Brasil

IBC-Br, índice do Banco Central que serve como prévia do PIB

mostrou crescimento de 0,89% em outubro, em linha com o esperado de 0,9%, mas marcando considerável desaceleração ante setembro, que teve seu resultado revisado para alta de 1,68%.

O IBC-Br de outubro é o sexto resultado positivo consecutivo, mas o menor entre todos. Em outubro, os PMIs do setor de serviços e do setor manufatureiro, bem como as vendas no varejo, marcaram forte expansão, o que auxiliou o resultado. Por outro lado, em novembro os PMIs mostraram desaceleração com o novo aumento de casos de COVID e o retorno de restrições em alguns estados.

Sem dúvidas o resultado de outubro é positivo, mas devemos ver maior degradação no crescimento de novembro e dezembro, embora seja uma época que favorece as compras em razão da Black Friday e do fim de ano.