fbpx

Payroll americano decepciona

O payroll oficial do governo americano mostrou a criação de 266 mil novas vagas de emprego em abril, número muito abaixo das projeções de 978 mil. Consequentemente, a taxa de desemprego marcou 6,1%, um avanço marginal frente os 6% de março. Por último, foi registrado um aumento de 0,7% no salário médio por hora frente a março, bem acima das expectativas de crescimento marginal.

Em abril, a atividade que mais gerou empregos foi a de lazer e hospitalidade (+331 mil), impulsionada pelo relaxamento das restrições ao redor do país. Entretanto, os ganhos foram parcialmente compensados por reduções nos serviços de ajuda temporária (-111 mil), correios e mensageiros (-77 mil), manufaturas (-18 mil) e comércio varejista (-15 mil).

O resultado de abril surpreende negativamente, visto que o país vem marcando contínuas mínimas para os pedidos iniciais por seguro-desemprego, segue fortalecido pelo avanço da vacinação e pelo relaxamento das restrições. Entretanto, parte desse resultado decepcionante pode ser explicada pela escassez de trabalhadores que o mercado americano enfrenta, em função das escolas ainda não terem reaberto e dos estímulos generosos. Podemos ver um ritmo mais moderado na criação de empregos até setembro, quando parte dos estímulos acabam.

Open chat
Podemos te ajudar?