fbpx

PIB Americano em linha com o esperado

Na segunda prévia do PIB para o 4T20, os EUA computaram 4,1% de crescimento, número marginalmente melhor que o resultado da primeira prévia (4%) e marginalmente menor que as expectativas de 4,2%.

A nova prévia mostrou uma revisão para cima nos investimentos fixos residenciais, investimentos em estoques privados e nos gastos governamentais locais e estaduais, que foram parcialmente compensados por uma revisão pior para os gastos pessoais com consumo.

O resultado trimestral foi puxado principalmente por expansões nas exportações, nos investimentos fixos não-residenciais, gastos privados com consumo, investimentos fixos residenciais e investimentos em estoques privados. Esses avanços sofreram descontos das quedas registradas nos gastos governamentais e do avanço das importações.

Embora 0,1 p.p. abaixo das projeções, o resultado segue sendo positivo já que marca avanço frente à primeira prévia. De modo geral, a economia americana marca bom ritmo de recuperação, liderada pelos setores manufatureiro e imobiliário mas ainda enfrenta dificuldades no mercado de trabalho, que segue marcando altos níveis de pedidos por benefícios. Como já estamos comentando há algum tempo, o pacote de US$1,9 trilhão proposto por Biden deve alavancar ainda mais a recuperação do país, mas com o volume de estímulos fiscais a inflação se tornou um tema de muita discussão e deve seguir sendo um dos focos de 2021.

Open chat
Podemos te ajudar?