fbpx

Produção industrial alemã surpreende negativamente

A produção industrial alemã registrou queda de 1% em abril, ante março, contrariando expectativas de alta de 0,5%. Na comparação anual, entretanto, houve alta de 26,4%, número distorcido, visto o impacto inicial da pandemia em abril do ano passado.

Em abril, a produção de bens de consumo tiveram queda de 3,3% e foi a atividade de principal impacto. As produções de bens intermediários e bens de capital tiveram retrações de 0,2% e 0,1%, respectivamente. Além da indústria, a produção de energia cresceu 6%, enquanto a produção na construção retraiu 4,3%.

Até o momento, 2021 está sendo um ano bem turbulento para a indústria alemã, que se situa 5,6% abaixo do nível pré-pandemia. Muito depende de sua indústria automotiva, a Alemanha tem como principais obstáculos as disrupções nas cadeias de suprimentos e a escassez de chips semicondutores, que impactam diretamente a produção de automóveis. De todo modo, por ser o país mais exposto à China, a Alemanha deve ganhar força conforme o gigante asiático acelerar sua recuperação.

Open chat
Podemos te ajudar?